"O mais belo estado humano é ser livre. Como seria possível amar não fosse a liberdade plena e total do espírito?"

Liberdade. Esta talvez seja a palavra que melhor defina Thalita Mesquita. Essa catarinense de 28 anos nascida e criada na Ilha da Magia, Florianópolis, pode se dizer transmite alto astral.

Conheci Tatá em 2007 em um ambiente não muito legal. Uma empresa em Floripa onde maior parte do tempo passávamos atrás de um computador. Talvez esse tenha sido o motivo que fez de Thalita hoje uma menina hiperativa.

Um dia ela me disse: “Meu sonho é viajar o mundo inteiro”. Não por acaso ela é uma agente de turismo e já conta com algumas milhagens em território nacional. Este ensaio, por exemplo, só aconteceu graças a uma promessa feita a sobrinha de lhe apresentar o Rio de Janeiro. E olha que a gata tinha acabado de chegar de uma trip para Fernando de Noronha com sua irmã. Desembarcou em Floripa pegou a sobrinha e veio para o Rio. Perceberam como gosta de viajar esta menina? (rs)

A rotina agitada dessa catarinense além do seu trabalho consiste na prática de inúmeros esportes. Ela faz trekking, ciclismo, anda de longboard, adora musculação e corrida. E nos fins de semana ainda encontra fôlego para curtir uma night eletrônica. Em via de regra no Warung, sua quase segunda casa, em Balneário Camboriú.

Em 2015 eu estive em Floripa a trabalho cobrindo uma etapa do Super Surf e foi aí que voltamos a ter contato. Lembro que na época sugeri a Tatá. Por favor, faça um blog de estilo de vida. Afinal temos muitos blogs desse tipo bem forçados mas como disse a Thalita: “Você é autêntica. Tem um estilo de vida astral e isso de forma bem natural. Compartilhe isso com o mundo”

Bom espero que ela siga meu conselho. O que há de certo nisso que ainda vou clicar muito essa “manezinha da ilha”. (rs)

Beijo Tatá! Agora estou te devendo um ensaio aí na Ilha. Promessa. 😉

“A verdadeira arte de viajar…

Como se estivessem abertos diante de nós todos os caminhos do mundo.Não importa que os compromissos, as obrigações, estejam ali…Chegamos de muito longe, de alma aberta e o coração cantando!”

Mario Quintana